segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Poster em formato A1 - Tiragem limitada.

Resolvi, durante estes dias mais tranquilos, produzir meu segundo poster. Foram dois dias para desenhar e mais um para realizar toda a finalização (Scanner, vetorização, colorização e finalização). O desenho inicial foi feito em meu sketch book usando lapiseira .05 e caneta nanquim .03 e .05.
A vetorização foi feita no Illustrator, a colorização, iluminação e ajustes de cor foram feitos no Photoshop.
Aqui algumas imagens do processo. Em breve os impressos em 59,4 x 84cm!







































sábado, 4 de dezembro de 2010

Sobre mundos ainda desconhecidos #24 - Sobre acreditar


















Se eu estava tremendamente errado
ou se estava certo
nunca poderei responder
Dentro de todas minhas virtudes em devaneios
nunca acreditei no mundo completamente
E o que eu consegui encontrar até agora
foram coisas que me fizeram sonhar com voo muito mais alto
de uma costa à outra,lado a lado
E eu sei que os sóis do mundo estão apenas seguindo seu curso
O silêncio da caminhada nos leva a chegar mais completos
Não há mistérios para defender ou para seguir
Para tudo e todos existe solução.

Foto gentilmente cedida por Lis Kogan

sábado, 30 de outubro de 2010

domingo, 29 de agosto de 2010

Sobre mundos ainda desconhecidos #23 - Sobre conflitos internos e caminhos a escolher.

























Ninguém sabe nada sobre estes tempos
Sombras pela casa, dentro do silêncio, eu amanheço
Das tempestades internas nós sabemos que não podemos nos defender
Nós poderíamos comprar um outro amanhã
Mas nos moveríamos de forma diferente
Trazendo a distância para os dias que se seguem...

sábado, 19 de junho de 2010

Sobre mundos ainda desconhecidos #22 - Sobre como se aproxima um novo mundo.
















passagens para um lugar distante
para cruzar todo o país
apenas para encontrar uma parte perdida da minha vida
E tudo que eu consigo dizer agora
no fundo deste copo
É que vou abraçar o mundo no mergulhar da noite

Não me siga
Antes que os dias morram
eu terei um encontro comigo
naquela terra onde nascem os corações

Apenas me mantenho vivo

Eu não poderia ficar mais
até que tudo viesse abaixo
e eu repousasse sobre toda poeira do mundo
Agora é a hora certa
enquanto ardem os sentidos
Eu apenas me levanto
e sigo correndo ao encontro de tudo

Eu apenas me mantenho vivo
E viverei mais, a partir de agora.

foto gentilmente cedida por Fayga Fragoso.

terça-feira, 4 de maio de 2010

My Show Reel 2010

REEL 2010 - Robert Frank from robert frank on Vimeo.


Finalmente postando meu reel. Estou feliz com o progresso das coisas.
Estes são alguns de meus melhores trabalhos realizados no segundo semestre de 2009 e primeiro semestre de 2010.
Espero que gostem.

Finally posting my reel. I'm happy with the progress of things.
These are some of my best work in the second half of 2009 and first half of 2010.
Hope you enjoy.

sexta-feira, 30 de abril de 2010

Materialização do imaginário - Na parede da sala.
































Quero muito produzir algumas impressões em séries limitadas e numeradas para comercializar. Interessados, entrem em contato.

sábado, 17 de abril de 2010

O Livro Mágico - Concept arts

Nos últimos oito meses estive trabalhando nas ilustrações e animações que integraram o média metragem O Livro Mágico, um video educativo para a Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia e Ensino Superior. Aqui revelo, em primeira mão, alguns concepts para o desenvolvimento deste grande trabalho.






domingo, 4 de abril de 2010

Sobre mundos ainda desconhecidos #21 - Sobre corpos-casas abandonados e momentos de suspensão.

























Em todos estes anos passados por aqui
Meu sangue esfria e minha mente evapora
Este é preço que se paga aos infortúnios
Enquanto estou mudo agora, no canto do quarto
e a chuva nunca leva o calor embora
e eu nunca volto ao lugar
Você não me vê agonizando pela janela deste corpo imundo?
Enquanto o mundo inunda os olhos
o calor do peito insiste em sentir medo de sair
Penso em tudo que deixei pra trás todos estes anos
em busca de um sonho que nem sei se existe mais
ou se seguiu pelo caminho certo
A única quase-certeza é que, no momento,
ninguém mais vive nesta casa ambulante abandonada.

quinta-feira, 25 de março de 2010

Videos educativos Detran-MG

















Este é um preview de uma arte criada para uma animação em um video do DETRAN-MG.
Em breve mais detalhes.

sexta-feira, 19 de março de 2010

Sobre mundos ainda desconhecidos #20 - Sobre o que as profundezas do mundo e do desconhecido nos trazem.
















Indo dormir
tão cansado que não poderia ouvir mais nada, acreditava eu
Sobre todos estes dias passados eu me deitei
E pensei em como os caminhos mudam a todo momento
E tentei me manter aqui, com o vento invadindo a janela

Se foi a tarde dos sorrisos
com promessas de retorno
e o ar do mundo se tornou um pouco mais puro depois disso

Musicas ao fundo me trazem a infância
amigos distantes e amigos futuros
ainda me encontro retomando a vida

E agora, este pequeno caminho
Este beco de possibilidades
É tudo que preciso
É o todo que preciso

Mesmo que a pressa dos dias leve tudo daqui
E o som vindo da beirada do mundo seja a queda das crenças
Olharei sobre os ombros, para o passado e para o resto
e mergulharei de olhos fechados

Serei feliz então?

Bom dia novo mundo.

domingo, 7 de março de 2010

quartos infinitos nas estrelas.

Robert Frank - Quartos Infinitos from robertfrank on Vimeo.


vinhetinha criada para a divulgação das coisas que habitam este blog. Espero que gostem.

terça-feira, 2 de março de 2010

Sobre mundos ainda desconhecidos #19 - sobre o que se encontra em terras distantes

























Deixe toda a escuridão distante destes caminhos
eu não sei o que farei, mas sei pra onde seguir
O frio na pele, que acredito não ser por muito mais tempo
Todo o prazer de saber na tranquilidade, que estava errado
Se estive fora de minhas noites, e estive fora de meus sonhos
tudo se encontra nos caminhos distantes do vento do norte
longe de deus e de todas as coisas que são feitas para prender
Aqui me perco e me viro para dentro
E posso ver meu rosto agora
no reflexo do tempo até ontem perdido
Os dias não são de ninguém agora
Como tudo nas terras distantes

Esta imagem foi um presente à minha amiga Laura. Amsterdam - 2010

sábado, 6 de fevereiro de 2010

Sobre mundos ainda desconhecidos #18 - Sobre o que habita lugares esquecidos no tempo.


























Aqui está o verão que nos queima e nos leva para dentro dos sentidos
e dos corações adormecidos
O brilho das coisas através dos túneis
Deixa no esquecimento as sombras do mundo.

Aqui estiveram todas as coisas boas que chamávamos de sentimentos
Éramos senhores de nosso próprio tempo
Pelos sonhos e dias que passavam
por toda a noite que conhecíamos bem
Levando as luzes até o conhecimento de uma estrela da manhã
luzes que cruzavam os caminhos
cada vez mais fortes, como o sol
levando toda a nebulosidade embora.

Agora me leva ao alto
para o lugar onde os sóis são eternos
E nos acompanham por dentro do que era a escuridão dos medos,
das lembranças,de pesadelos sentidos e recorrentes.

imagem gentilmente cedida por Renata Coelho

terça-feira, 5 de janeiro de 2010

protótipo de peça à venda em breve.

Iniciei a produção de algumas peças em série limitadíssima. Totalmente pintadas à mão, assinadas e numeradas.
Esta é a peça experimental inicial, onde testei técnicas diversas de pintura. A peça é também um cofrinho personalizado para cumprir minhas promessas de economizar mais em 2010. Em breve inaugurarei uma lojinha por aqui. Nada muito pretencioso, só uma forma a mais de difundir meus trabalhos.
breve, breve, as peças oficiais.

Espero que gostem.