sábado, 5 de dezembro de 2009

Dumb shows with Lili.

Este é um estudo de animação para a personagem que desenvolví há algum tempo. Lili está com roteiro em fase de produção e poderá ser (existem outros projetos em desenvolvimento) meu primeiro curta metragem em animação.
Espero que gostem dos ingênuos primeiros passos (ou movimentos) de Lili.
Para assistir ao vídeo em alta resolução, clique aqui!

curta metragem

Outubro, manhã de sábado, 23°C e agora? from robert frank on Vimeo.



Estou preparando trabalhos novos para postar aqui, em breve mais novidades.
Por enquanto fiquem com este curta metragem que foi produzido há algum tempo e rodou alguns festivais, incluindo a mostra competitiva do ArteMov em Belo Horizonte.

sábado, 14 de novembro de 2009

O processo de criação do último trabalho



























1 - rascunho à lápis no papel
2 - definição do traço com caneta nankin e pincel atômico
3 - vetorização do traço no Adobe Ilustrator
4 - colorização, texturas e finalização no Photoshop
tamanho do arquivo original 29,7 x 42cm - 300MB

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Experimentando novas técnicas.

Depois de passar a manhã inteira desenhando dinossauros para um trabalho comercial (que em breve poderei divulgar algumas coisas), me saiu este ser estranho meio múmia, meio dedo indicador.

terça-feira, 20 de outubro de 2009

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Sobre mundos ainda desconhecidos #16 - Bélgica

























Eu tive um plano
e acho que não estou longe de usá-lo
O nome que me foi apresentado naquele inverno
não poderia ser ignorado
foi belo demais para que eu o recusasse

Eu me lembro quando acreditei ter encontrado
e ouvido tudo como se existissem ruídos ao redor
Eu procurei e me vi feliz por um segundo
Quis que as coisas ficassem um pouco mais claras
E vi que o tempo, nunca esclareceu nada

Eu permaneci na estação dos sentidos
Com o plano em meu bolso
e alguns poemas enfraquecidos na memória
tentando fugir dali
com uma obsessão cega
Eu estava no canto do mundo
tão distante de todos
E quando ela tocou meu sentimento
Eu disse o que sentia novamente

Estou voltando às origens
pelas palavras que me foram dadas
E o que vi no inverno passado
Foi mais do que pude acreditar
Mas está distante de mim agora.

Agradeço à Laura Guerra pelo ensaio fotográfico feito especialmente para os quartos infinitos. Em breve, mais imagens criadas à partir desta contribuição.

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Sobre mundos ainda desconhecidos #15


















Dedico a 15ª imagem desta série à todos meus grandes amigos que incentivam este trabalho e todos os que se aventuram, mergulham e sonham comigo nestes quartos infinitos.
Ao som de Tim Maia Racional.

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

sobre mundos ainda desconhecidos #14 - 28:20h e a cidade lá embaixo.

















Está tudo ao redor
Nos momentos em que eu me perco
Cheios de glória
e toda minha minha história
As terras deixadas para trás
As cidades vazias lá embaixo
Eu sei o que elas me dizem

Palavras desencontradas
Onde eu me perco
Onde eu amo
É tudo que evitei
por estações e estações
Somos tudo o que estamos dizendo?

Você e eu somos nossos próprios inimigos
As lágrimas caem
Eu sempre me pergunto
por que não nos seguramos
e voamos para longe naquele momento?

terça-feira, 15 de setembro de 2009

domingo, 13 de setembro de 2009

retrato #3

Depois de uma semana cheia de ensaios, trabalhos comerciais (que prometo postar em breve por aqui, os mais relevantes)e o show de minha banda ontem, trago mais um post da série retratos.

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

70's

livre interpretação ao som de "A Janela" de Roberto Carlos

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Sobre mundos ainda desconhecidos #13 - quem sabe um dia...






foto (sem o foguete) - robert frank - algum lugar do interior de São Paulo

sexta-feira, 31 de julho de 2009

materialização do imaginário. disponível para download.

Baixe, recorte, dobre, cole e se divirta!
Recomendo usar uma gramatura maior de papel (170gr ou mais), para que o paper toy tenha mais firmeza.
baixe este paper toy aqui.
obs.: Este tamanho na palma da mão foi impresso em uma folha tamanho A4.

sábado, 18 de julho de 2009

arraial do cabo




















os laços voavam no vento da tarde voltada ao oriente
o sol queimava os pés e os sonhos se aqueciam
o tempo parou por instantes
E a vida foi diferente depois de tudo

o tempo fechou depois disso
mas já era tarde demais
a alma já tinha se aconchegado

foi quase tudo um passeio, depois disso.

terça-feira, 14 de julho de 2009

quarta-feira, 8 de julho de 2009

De volta ao mundo

Depois de passar por uma fase quase inativa devido a problemas com minha maquina, volto ao meu mundo interior diário (nem tão diário assim). Foram tempos de apostas e o salto dado foi tremendamente recompensador. Estou um pouco mais livre agora.





terça-feira, 2 de junho de 2009

Um presente.

fiz esse desenho pensando em oferecê-lo ao Hiro, um ilustrador fabuloso!

segunda-feira, 1 de junho de 2009

sábado, 30 de maio de 2009

sobre o conhecimento do mundo




















Só sei que estarei aqui
quando na próxima manhã você se levantar e ver que o mundo segue indiferente à todos nós
Queria te dizer que estou me sentindo doente hoje
E que todas as mensagens só fizeram com que os sorrisos se confortassem em crenças vazias
porque o mundo está inabitado como os corações e os abraços à distancia
Mas você continua sorrindo
Só porque se sente bem
E se ontem estes caminhos estiveram floridos
Foi porque alguém esqueceu as sementes para trás
Acho que tomei o caminho errado anos atrás
E de onde estou agora só consigo ver alento nos olhos do precipício
Me diga algo que possa me confortar o dia
Eu me desprenderia destas amarras e poderia sorrir olhando tudo de longe
Me diga algo realmente novo
Para que eu possa acreditar no mundo mais uma vez.

quarta-feira, 20 de maio de 2009

Mais um respiro no meio de toda a loucura dos dias.

Bom, acho que são pouquíssimas as pessoas que estão lendo este blog. Mas ele segue mesmo assim, minha nescessidade de vomitar todas estas cores e muito forte e meu corpo se conforta ao ver um reflexo dele em algum lugar do mundo. Não é questão de ego, só uma confirmação de que fui útil para alguma coisa.
Obrigado aos poucos e assíduos leitores (os que se manifestam por comentários ou não)

quinta-feira, 14 de maio de 2009

E agora josé?


Linha do destino? Prefiro pensar que minha trajetória está ao meu controle.
Ninguém vai decidir nada por mim. Posso estragar tudo no final, mas serão também minhas, as lamentações.

terça-feira, 12 de maio de 2009

evocando a existência que me resta

Há dias sem postar nada, novamente coloco a culpa em outros trabalhos. Antes que eu me afogue, aí vai um respiro, uma tentativa desistida de dar cores à Jean Seberg. Ela merecia mais, é claro.

quinta-feira, 30 de abril de 2009

sábado, 25 de abril de 2009

e lá se vão minhas palavras...


porque os dias me tomaram toda a vontade
porque a noite esteve tão fria que os ossos doeram
porque a lua era só mais um astro caindo no horizonte
as luzes da cidade estavam se apagando
os olhares pararam de se cruzar
o silêncio foi quebrado pelos que acordavam
meus pés dormentes por não querer me mover e fazer aguma coisa
por não saber o verdadeiro significado de acreditar
por me sentir insignificante
por me trair a memória
porque esquecí que poderia crescer
porque o mundo se tornou pequeno
a cabeça voltou a doer
e o medo do mundo voltou a me seguir nas ruas
traiçoeiro e assassino

de qualquer forma vou tentar encarar as ruas
mesmo que elas, dentro destes dias, sejam sufocantes pra mim.

quinta-feira, 16 de abril de 2009