terça-feira, 2 de março de 2010

Sobre mundos ainda desconhecidos #19 - sobre o que se encontra em terras distantes

























Deixe toda a escuridão distante destes caminhos
eu não sei o que farei, mas sei pra onde seguir
O frio na pele, que acredito não ser por muito mais tempo
Todo o prazer de saber na tranquilidade, que estava errado
Se estive fora de minhas noites, e estive fora de meus sonhos
tudo se encontra nos caminhos distantes do vento do norte
longe de deus e de todas as coisas que são feitas para prender
Aqui me perco e me viro para dentro
E posso ver meu rosto agora
no reflexo do tempo até ontem perdido
Os dias não são de ninguém agora
Como tudo nas terras distantes

Esta imagem foi um presente à minha amiga Laura. Amsterdam - 2010

2 comentários:

Laura disse...

Linda imagem, lindo personagem e lindo txto! Tudo se completa :)
Parabéns!
Um beijão!

Lica disse...

Belissimo ... sensibilidade e esperança!

xisdê!